Home / Noticias / Justiça suspende atividades do grupo Bbom, afirma MPF!!

Justiça suspende atividades do grupo Bbom, afirma MPF!!

Grupo Bbom suspeito de dar golpe da Pirâmide

Golpe Bbom

O Ministério Público Federal de Goiás (MPF/GO) afirmou nesta quarta-feira que obteve na Justiça a suspensão da atuação da empresa Bbom, proibindo a comercialização e a oferta de rastreadores. A empresa é acusada de praticar pirâmide financeira e, na semana passada, teve os bens bloqueados.

 

De acordo com o MPF/GO, o grupo terá de se abster de admitir novas adesões à rede, impedindo novos cadastros e disponibilizando mensagem comunicando aos internautas sobre a decisão judicial.

 

A Justiça Federal determinou que as empresas do grupo publiquem em seus sites o seguinte comunicado: “Por ordem da Justiça Federal, a BBom está impedida de receber a adesão de novos associados, seja através de seus sites, seja através dos sites de seus associados, bem como de receber as mensalidades cobradas dos associados já admitidos no sistema”.

 

Na semana passada, o MPF congelou o esquema. Entre os bens bloqueados estão cerca de cem veículos, sengo alguns de luxo como Ferrari, Lamborghini e Mercedes, além de R$ 300 milhões em contas bancárias do grupo.

 

O MPF ainda afirmou que o que chamou atenção no caso é que, antes da criação da Bbom, as empresas não movimentaram mais do que R$ 300 mil por ano e, “em pouco mais de seis meses, o fluxo financeiro do grupo aumentou cerca de 3.000%”.

A prática de pirâmide financeira é aquele na qual os participantes são remunerados apenas somente pela indicação de outros indivíduos, sem levar em consideração a real geração de vendas de produtos.

Segundo o MPF, no sistema adotado pela Bbom, “os interessados associavam-se mediante o pagamento de uma taxa de cadastro (R$ 60,00) e de um valor de adesão que variava dependendo do plano escolhido, obrigando-se a atrair novos associados e a pagar uma taxa mensal obrigatória no valor de R$ 80,00 pelo prazo de 36 meses.

O mecanismo de bonificação aos associados era calculado sobre as adesões de novos participantes. Quanto mais gente era trazida para a rede, maior era a premiação prometida”.

O Terra entrou em contato com a Bbom, mas até o momento não obteve retorno

Sobre martins

Além disso, verifique

Telefonica-pode-comprar-gvt-por-22-bilhoes.png

Telefonica pode comprar gvt por 22 Bilhões

A união da Telefônica Vivo com a GVT pode mudar este cenário, já que a Vivo TV pode oferecer os seus pacotes de tv por assinatura para o mercado nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *